Blog do Tunico

Continuo de olho também neste blog rumeno

Comparação entre um banco estatal e os bancos privados

Posted by tunico em dezembro 27, 2007

A Caixa Econômica Federal como todos sabem, teve a sua diretoria assolada pelos “cumpanhero”.
Enquanto os bancos brasileiros cresceram seus lucros em 34% até o terceiro trimestre de 2007, a CEF teve seu lucro reduzido em 25%. Podemos até questionar o alto lucro dos bancos que nos últimos anos deixaram de ser instituições financeiras e se comportam como meros agiotas – pagando aos aplicadores não mais que 1% ao mês e cobrando dos tomadores até 11% ao mês- mas é inegável que a CEF jogou com as mesmas regras.

Os “cumpanhêro” são ou não são incompetentes?

About these ads

4 Respostas to “Comparação entre um banco estatal e os bancos privados”

  1. giovani said

    o lucro dos bancos estatais teria que ser ainda menor , eles teriam que ter uma função mais social, com valores menores para compra de imoveis principalmente e do obras publicas como saneamento, moradia, etc

  2. Marcos said

    O que eu tenho a dizer sobre a má gestão estatal no Brasil que já não tenha sido dito!? Bem, há de se pensar que nada, pois tudo já foi dito (pois de tudo já foi feito)!

    Eu só gostaria de comentar (sim, sendo um gaúcho bairrista, como todos são…) sobre as diferenças entre um banco estatal e os bancos privados que muda um pouco sobre a tão real característica de “é estatal? então é uma M…”.
    Nos últimos anos eu vi CEF e BB sendo desmantelados pelos amigos do “cumpanhêro”, apesar de ser louvável que a CEF de uns anos para cá tenha sido de cunho mais “social”, com programas mais abrangentes de moradia e o BB tenha se consolidado como um não tão “arrombado” banco estatal. No RS, temos o nosso banquinho estatal também, talvez um dos últimos remanescentes da era dos bancos estatais estaduais (O BESC de Santa Catarina acabou sendo absorvido pelo BB).
    Como gaúcho é tudo louco, costuma nadar contra a corrente e prever ao Brasil sempre seu futuro (sim, já tivemos governo de “cumpânhero” aqui, com direito a votar no pmdb e atualmente no psdb com medo de outro “cumpanhêro” governar este estado”) e aventurar-se contra tudo que se diz real no resto do Brasil.
    O Banrisul criou nestes últimos anos, a consciência em qualquer cidadão que aqui resida que: ser estatal também pode ser legal.
    O banco começou a anos atras fazendo uma limpa tecnológica em seus sistemas, migrou todos os seus sistemas para softwares livres (linux) e entregou toda a parte de desenvolvimento de futuras soluções e tecnologias para a procergs (estatal de tecnologia do Rio Grande do Sul), resultado? Digamos que é o sistema mais rápido e confiável que existe atualmente, eu utilizo 2 bancos privados (itau e bradesco), e tenho contato direto com os estatais (CEF e BB) e digo: o sistema do Banrisul da de 10 a 0 neles em matéria de funcionalidade e rapidez em cima de uma plataforma de segurança superior ao nosso já conhecido “queijo suíço” (vulgo Microsoft Windows).
    O banco na mesma época começou a emprestar para pessoas com baixo poder aquisitivo com juros bem abaixo dos de mercado (aposentados, profissionais liberais e afins), hoje uma moda nacional entre bancos, financeiras, supermercados, lojas e farmácias.
    Durante um período de transição de governos, os “cumpanhêro” vieram com aquele velho golpe aqui no estado: “estão modernizando o banco para poder privatizado…” e a resposta veio em tom bem alto: foi votada uma lei que impede a privatização do banco aonde a mesma só poderia ocorrer com plebiscito de ampla participação popular.
    De lá pra cá, foi um banco que pegou carona na farra dos bancos nacionais, dobrou seu patrimônio, não possui rombos econômicos e não está como pano de fundo de nenhum escândalo envolvendo dinheiro público. Ampliou suas linhas de crédito e tem as taxas bancárias mais baixas entre todos os bancos que aqui operam.
    O Banrisul criou o Banricompras, sistema de cartão de débitos próprio (igual a um visa electron ou Mastercard Maestro) com o as vantagens de ainda você poder parcelar o seu débito (seria como pegar aquela conta que você pagou com o seu electron e fazer entrar em parcelas de até 6x sem juros na sua conta). Implantou sistema de chips de segurança em todos os seus cartões para (evitar problemas com fraudes em autenticações eletrônicas) de alta fidelidade (coisa que só se vê em bancos privados em serviços premium) com tecnologia própria. E pasme, recentemente o banco começou a operar o sistema de pagamento via celular, algo que já é realidade em países como Japão, Corea do Sul e algumas regiões(nem todos os bancos) da europa e EUA. Um Sistema aonde você faz o pagamento de compras sem a necessidade das máquinas de cartão utilizando apenas um programa do banco instalado no seu celular ao custo de R$2,90 por mês para utilizar o serviço.
    Sempre parece bairrismo quando algum gaúcho fala, mas são exemplos reais aonde o serviço estatal pode funcionar muito bem e muitas vezes melhor do que similar privado.

  3. gaucho viadinho said

    oi irmaozinho guei voce é bichinha revoltada he he ehe ehh ba ba aba

  4. Paulo Tiago said

    Eu sei que ninguém acessa este post há algum tempo, mas se o Tunico e/ou o Marcos ainda acessarem, gostaria que falassem um pouquinho sobre o lucro do Banco do Brasil do nosso grande “companhero” Lula.
    R$10 bilhões, o maior da história deste país. O Brasil nunca viu um banco com controle estatal dar tanto lucro, alias, o Itaú Unibanco chegou perto, mas estes visam apenas lucro. Se o BB visasse só lucro, não tinha vez pra esses banquinhos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: