Blog do Tunico

Continuo de olho também neste blog rumeno

O Brasil dividido graças a um populista mal-intencionado

Posted by tunico em outubro 11, 2006

Desde que Lula foi eleito, a máquina de informações petista vem colocando com muita intensidade na cabeça dos miseráveis brasileiros que vai melhorar a vida deles. Todo político faz isso, sabemos. No caso do lulo-petismo, não é diferente mas eles vão mais a fundo. Não só prometem mas agem de forma a dar uma melhoria virtual, com um “adjutório” em moeda sonante que faz muita diferença para quem não tem nada. O problema é que ao não criar condições reais de melhoria desta grande massa da população como promoção efetiva do desenvolvimento da economia que cria emprego e renda, este assistencialismo vira uma mera esmola. Quando alguém critica este método, revela-se a pior face do lulo-petismo. Na defensiva, eles preferem incitar esta massa de miseráveis contra os que eles denominam de elite burguesa. Segundo eles, esta elite estaria conspirando para manter o status-quo. E quem seria esta elite na ótica petista? Todos aqueles que não concordam com sua ideologia, seus métodos de governar, de cooptar aliados, sejam ricos, pobres ou remediados. O sistema de distribuição de renda neste país é injusto justamente por falta de crescimento econômico sustentado e equilibrado. O governo petista não conseguiu resolver este problema e nem equacioná-lo de forma competente. Preferiu aliar-se aos rentistas e aos corruptos de sempre para se manter no poder. As lamentáveis ocorrências de escândalos ligados à corrupção financeira e moral promovidas nestes 4 anos por petistas notáveis que não mostraram nem competência nem ética nem honestidade no trato com a coisa pública levaram a uma reação indignada de uma grande parte das pessoas sérias e trabalhadoras entre elas muita gente que inclusive acreditou e votou em Lula.

O problema é que grande parte dessa massa de miseráveis concentra-se nas regiões do Nordeste e do Norte do país e nas periferias das grandes cidades. Nestas periferias, a maioria é de migrantes oriundos do Norte-Nordeste, das regiões pobres do Norte de Minas Gerais que se confunde com o Nordeste. O resultado das eleições no primeiro turno veio demonstrar o resultado da política e da propaganda massificadora do lulo-petismo. O país ficou dividido, tanto geo-politicamente como socialmente. Com exceções localizadas, Lula ganha com larga vantagem nas regiões do Nordeste, do Norte, em grande parte do Sudeste(Rio, Minas e Espírito Santo) e perde no Sul, Centro-Oeste e em São Paulo que acaba sendo empurrado em direção ao contingente sulista. As regiões onde Lula perde, são as regiões mais ricas do país, responsáveis por 65% da produção de toda a riqueza e são 45% da população. O Brasil ficou dividido entre os lá de cima, os explorados e os cá de baixo, os exploradores. Nunca,nem em 2002 houve esta divisão.

Infelizmente o fenômeno hoje é este. A divisão está se cristalizando. E pode piorar independente de quem ganhe as eleições. Se Lula ganhar, como está apontando a última pesquisa, quem vota contra ele não vai aceitar passivamente a continuidade da mentira e da corrupção e constituirá uma oposição ferrenha pelos próximos 4 anos. O lulo-petismo reagirá incitando  a “maioria pobre” contra a “minoria elitista”. Se Alckmin ganhar, o lulo-petismo promoverá ao velho estilo uma série de movimentos populares, invasões, arruaças em todo o país, “colocarei o povo nas ruas contra esta elite burguesa” como já ouvimos o próprio Apedeuta e seus acólitos declararem em comícios recentes.  No plano prático, é jogar o Norte-Nordeste contra o Sul e o Centro-Oeste para se manter no poder.

É complicado.

Morei no Nordeste há 20 anos atrás e já sentia uma rejeição latente do povo local ao Sul-Maravilha ainda que não declarada. Voltei a morar este ano e percebi claramente que a rejeição é mais explícita, graças à propaganda incitatória estilo Goebbels dos lulo-petistas.

E tem mais. Independente do resultado das eleições, nós que durante anos criticamos duramente( e com razões de sobra) os métodos desta seita (para mim o PT não é partido político, é seita fanática) seremos duramente perseguidos, podem esperar. Um colega blogueiro já jogou a toalha, declarando que não mais comentará política pois tem medo do PT. E olhem que ele conhece a fundo boa parte daquela turma. Não me resta nada mais a não ser continuar batalhando pela vitória de Alckmin. Aprendi na minha vida que o mal deve ser sempre combatido senão voce acaba encarnando este mal.

Vamos em frente.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: