Blog do Tunico

Continuo de olho também neste blog rumeno

1-Esquerda x Direita no Brasil de hoje

Posted by tunico em fevereiro 7, 2007

Quando a gente escreve no blog criticando, denunciando e apontando determinada conduta da curriola política que hoje está no poder, é logo patrulhado, rotulado de direitista ou de “tucano” pelos partidários desta curriola, referindo-se ao grupo político que esteve no poder antes deles.

Primeiramente gostaria de clarear muito bem o que é esquerda e direita, no plano político.

A origem destas definições para a postura política das pessoas teve origem na França.

Carlos Hernán Tercero em seu site www.polestrare.com.br comenta:

 “Em 1788, como medida desesperada para solucionar a grave crise financeira em que o reinado de Luis XVI havia colocado a França, foram convocados os Estados Gerais. O sistema feudal, responsável por tantas injustiças, selava o seu fim. Em junho de 1789, os Estados Gerais, sequiosos de liberdade, instituíram a Assembléia Nacional Constituinte que liquidaria o absolutismo e garantiria a realização das sonhadas reformas políticas, sociais e econômicas. Em julho do mesmo ano, a população, enfurecida pelo aumento do preço do pão, atacou a Bastilha, prisão que representava o absolutismo dos reis. Ela foi tomada no dia 14, sendo seus prisioneiros libertados. A Assembléia aprovou, em 26 de agosto, a Declaração de Direitos do Cidadão, baseada na célebre Declaração de Independência Norte-Americana, de quatro de julho de 1776. A Constituinte, finalmente, promulgou a Constituição Francesa de setembro de 1791. Em decorrência dessa Constituição, foi eleita a Assembléia Legislativa onde os Jacobinos, representantes da pequena e média burguesia e do proletariado, sentavam-se à esquerda e os Girondinos, representantes da alta burguesia, à direita. Essa é a origem dos rótulos esquerda e direita.Vemos que tanto a direita quanto a esquerda voltavam-se contra o absolutismo dos reis. Os Girondinos (alta burguesia) defendiam posições moderadas tentando preservar o poder econômico que haviam conquistado. Os Jacobinos (pequena e média burguesia e proletariado) defendiam posições mais radicais em defesa de seus interesses. Logo foi proclamada a República, em setembro de 1792, e os Jacobinos findaram assumindo o controle da revolução. Sua atuação foi, porém, desastrosa. Tentaram dessacralizar o mundo francês, apedrejando e fechando igrejas e substituindo as festas religiosas por comemorações da revolução. Assassinaram milhares de pessoas. A Constituição foi suspensa e foram criados Tribunais Revolucionários para julgar os traidores da Revolução. Apenas como exemplo, em 49 dias, Robespierre condenou 1400 pessoas à guilhotina, incluindo o célebre químico Lavoisier (“na natureza nada se perde, tudo se transforma”). O terror permaneceu até nove Termidor (o nome do mês de julho – mês do calor – segundo o calendário revolucionário) do ano de 1794, quando Robespierre foi preso e os Girondinos assumiram o poder.
Mas, tudo isso é coisa do passado.

Atualmente, esquerda e direita são apenas palavras que designam o posicionamento dos seres humanos frente às vicissitudes da vida causadas pelo egoísmo inerente à raça humana. É natural que os menos aquinhoados desejem progredir; é, da mesma forma, natural que os que conseguiram construir algo lutem para defender o produto de seu trabalho e, entre esses dois posicionamentos, surgem inúmeros aproveitadores que nada produzem, tudo almejam e interferem politicamente para tirarem proveito de quaisquer oportunidades encontradas. Eles aliam-se ora à direita, ora à esquerda, conforme seus interesses e, se pouco fazem em prol da Nação, de quase tudo são capazes para ampliarem e manterem o seu poder.”

Vendo o Brasil de hoje, assistimos a uma disputa de facções similar. Os que se dizem representantes das classes menos favorecidas e do proletariado tupiniquim (seriam os de esquerda?) hoje no poder, rotulam os que lhes fazem oposição de “setores da direita”. Mas o cenário político brasileiro é palco de uma mera disputa entre castas burguesas, como era na França do século XVIII. De um lado, os que se auto-rotulam “esquerda”, que são os partidários dos partidos órfãos do socialismo leninista/maoísta(PC do B, PSB, PSOL e outros menos votados) aliados ao partido que melhor espelha hoje o socialismo gramsciano, o PT. Do outro lado, os falsamente rotulados “direitistas” que comporiam a atual oposição(PSDB,PFL,PPS). E a terceira facção, a dos aproveitadores, que é composta pelo PMDB, o PP,o PTB, o PR(antigos PL e PRONA) e agora, o PDT, além de outros menos votados que não vale a pena aqui citar.
Uma coisa é certa. Ao contrário da França do século XVIII onde os aristocratas foram presos e decapitados, temos no Brasil uma aristocracia econômica cuja ideologia é o lucro sem risco que ora apóia um lado, ora outro, dependendo das circunstâncias.Ela ganha sempre, seja de que lado for. Sem essa aristocracia, nenhum lado sobreviveria no poder.

(continua no próximo post)

5 Respostas to “1-Esquerda x Direita no Brasil de hoje”

  1. Suzy Tude said

    Tunico, muito bom e conveniente esse seu post. No Brasil atual o que prevalece é o pessoal que se alia tanto a um lado quanto a outro segundo seus projetos pessoais.
    Particularmente, e depois de ver a atuação de uma oposição praticamente inexistente, não tenho partido. Mas tenho ideologia. Neutralidade não existe em política, pois mesmo se querendo dizer apolítico, com essa ‘posição’ na verdade se reforça a omissão que irá servir um dos lados, e por isso não há neutralidade.
    Sou pelo pensamento liberal, ‘direita’, ‘zelite’ como me designam não só os petralhas. E já ouvi radical também. Mas se ser radical é ser contrária à esquerda, ao gramscismo, ao stalinismo, leninismo, castrismo, chavismo e qualquer tipo de populismo, visto que o mesmo é autoritário, ah, então sou radical. Tudo não passa da significação das palavras que estão sofrendo uma verdadeira distorsão nos nossos dias. E fruto também de um patrulhamento que não aceito e exemplifico: já me classificaram de fascista por ter em meus links o Mídia Sem Máscara. Posso não concordar com tudo o que existe ali, mas gosto das matérias em geral e não aceito patrulhamento.
    Tudo isso para dizer que concordo com você que o que nos falta é união, em lugar de desavenças que acabam por reproduzir o patrulhamento petralha.
    Parabéns pelo artigo.
    Vou ler os outros indicados no post.
    Um abraço

  2. Fabiano said

    Direita nojenta,podre nunca mais.viva lula

  3. Vinicius Suliano said

    Quem é esse Fabiano? Um PeTista da vida?
    Nojenta e podre é a esquerda responsável pela morte de milhares na União milhões de pessoas foram mortas de fomo depois que Os alimentos foram confiscados por Moscou. E Porque foram confiscados? Porque a ucrania queria caminhar com a próprias pernas, sair de baixo da mão impiedosa de um regime que pregava a igualdade na miséria. Enquanto isso, os líderes da “revolução” mantinham privilégios e prazeres capitalistas.
    Josef Stalin deve ser um exemplo?? É essa a esquerda perfeita??

  4. Vinicius Suliano said

    Quem é esse Fabiano? Um PeTista da vida?
    Nojenta e podre é a esquerda responsável pela morte de milhões na União Soviética. Na Ucrania 7 milhões de pessoas foram mortas de fomorma terrível: de fome. Stalin confiscou todos os alimentos e os enviou a Russia.
    E Porque foram confiscados os alimentos? Porque a Ucrania queria caminhar com as próprias pernas, deixar o julgo de um regime que pregava a igualdade na miséria. Enquanto isso, os líderes da “revolução” mantinham privilégios e prazeres capitalistas.
    Josef Stalin deve ser um exemplo?? É essa a esquerda perfeita??

  5. agora o site é http://www.polestrare.org o outro foi retirado do ar

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: